Ouço muitas clientes dizendo que não gostam de fazer compras ou não têm paciência para experimentar as roupas e acabam comprando errado.


Sempre tento desenvolver o assunto, para entender o que faz com que a experiência de compras seja negativa para estas pessoas.


Algumas das respostas que ouvi:

1. "me incomoda quando a vendedora tenta me empurrar uma coisa que não fica bem em mim

2. "me olho no espelho do provador e acho tudo um horror"

3. "lojas muito grandes me deixam confusa"

4. "não tenho tempo"

5. "as lojas só tem numeração pequena"


Eu mesma já me vi irritada numa loja que não conhecia porque a luz do provador era péssima, a vendedora tentou me convencer a comprar uma roupa que não me valorizava ou me olhou torto porque o 42 (maior tamanho) ficou apertado. Sem contar com as inúmeras vezes que fui ao shopping ansiosa, com pressa ou de mau humor. Receita para o desastre!


Para evitar que uma ou qualquer destas situações aconteça, você precisa:

1. saber exatamente o que procura

2. ir às compras sozinha, com tranquilidade e bom humor

3. entrar em todas as lojas para entender: o estilo da marca e a grade

4. se você gosta da marca mas não gostou do atendimento, vá em outra filial ou em outro horário. Ter um vendedor que quer atender bem ao invés de bater a meta faz toda a diferença


Se você acha difícil encontrar peças que valorizem seu tipo físico, cores que deixem você mais jovem ou não consegue se vestir de uma forma que traduza a sua personalidade, está na hora de contratar a CONSULTORIA DE ESTILO PESSOAL


Novos tempos, novas medidas...Com a flexibilização do isolamento social foi possível retomar os atendimentos presenciais. Mas, como a consultoria de estilo se adaptou ao novo protocolo de segurança e higiene?


A primeira medida foi implementar o uso da máscara durante todo o atendimento, uso do alcool gel ao entrar no prédio e retirada dos sapatos antes da entrada na casa da cliente.


Os materiais de coloração pessoal, antes higienizados com steamer, agora são tratados com desinfetante aerosol antes e depois do atendimento e passados a ferro. As faixas de cabelo e colo, itens que entram em contato direto com a pele do cliente, são lavados à mão com sabão neutro, antes da desinfecção. Todo o material é acondicionado num case especial, também higienizado.


Mesmo com todos estes cuidados, alguns clientes preferem manter as orientações de isolamento social. Para elas, aprimoramos os atendimentos online, com a inclusão do serviço de compras especializadas, com as modalidade de guia de compras e curadoria com delivery.




Muita gente me pergunta se precisa ter ou usar determinado item que está na moda ou é tendência. Minha resposta é sempre "depende".


Depende de:

1. estar dentro do seu estilo pessoal

2. estar dentro do seu orçamento

3. valorizar sua beleza

4. for adequado ao seu estilo de vida


Se você responder SIM à todas estas perguntas, a tendência é para você. Não adianta você aderir à moda do neon, se a cor deixa você abatida, desconfortável ou com cara de quem voltou do baile de carnaval. Se você tem um estilo despojado, a saia de couro não é para você. Assim como os vestidos de babado com manga bufante em tons pastel não são para mim. Acho lindo, mas não sou eu.


Nada pior do que ser uma "fashion victim", aquela pessoa que vemos em semanas de moda, no instagram ou em desfiles, que está ali parecendo um personagem. A moda existe para nos ajudar e não para nos escravizar. Conhecer seu corpo, seu estilo e o que faz você feliz é o segredo para uma imagem pessoal assertiva e positiva.