De bico fino ou bailarina, a sapatilha deixa aquela roupa do dia-a-dia com um pouco mais de graça. Prática e confortável para quem precisa bater perna por aí ou para quem não quer usar tênis, esse calçado deixa o básico mais elegante.

Como eu tenho mania de sapatilha (tenho quase todas as cores, até de purpurina), resolvi fazer um roteiro de lugares onde comprar bons modelos, para quem tem grana e para quem não tem.

A Sonho dos Pés tem modelos honestíssimos, em cores básicas, por preços inacreditáveis. Comprei uma preta e outra prata, de bico fino, que não deixam nada a dever aos modelos de lojas de marca. A Via Mia, marca que começou na Feira Hype e hoje está em todos os shoppings, também tem sapatilhas de preço bem acessíveis e confortáveis: desde as bailarinas de nobuck aos modelos de elástico com purpurina.A Arezzo e a Shultz têm bailarinas coloridas, de verniz, com preços até R$ 150. Todas com sola de borracha.

Os modelos com sola de couro têm valor um pouco maior, mas são tão lindas e confortáveis quanto as outras e, também são mais duráveis. Dá para encontrar opções com bom custo – benefício na Santa Lolla e na Lutsy Ipanema.

Para quem curte grifes, a Tory Burch vende as famosas sapatilhas com brasão em metal pelo preço dos EUA (considere que o preço pago lá fora inclui taxa estadual e o IOF do cartão de crédito).Quem não tem medo de gastar dinheiro e mora em São Paulo tem a Pretty Ballerina, no JK Iguatemi, a Repetto no Shopping Cidade Jardim e a Tatiana Loureiro e Louboutin, no Iguatemi.

Qualquer que seja seu orçamento, dá para ficar bonita e elegante com um belo sapato. Afinal de contas, Cinderela só pediu um par de sapatos e um vestido e acabou encontrando um belo príncipe.



A musa absoluta do selfie e da superexposição está no meio de nós. Kim Kardashian West chegou ao Brasil este domingo, para apresentar sua coleção para a C&A.

Cercada de muito exagero e de uma entourage que conta com maquiador, cabelereiro e seguranças, Kim apresentou hoje cedo, numa coletiva de imprensa fechada, uma coleção que é a sua cara. Saias e vestidos justos, de comprimento midi em tons neutros.

A coleção só chega às lojas no dia 21 de maio, mas a C&A liberou um preview para a imprensa (e para todos os seguidores de Kim nas redes sociais) . Confesso que me surpreendi: as peças são de bom gosto e muito usáveis. Tirando os crop tops e os vestidos brancos, usaria tudo.

Serão 20 modelos, entre vestidos, saias, tops, coletes e calças de cintura alta, que custarão de R$ 25,90 a R$ 189, inspirados nos próprios looks (os mais básicos) que Kim usa por aí. Não espere nada parecido com os modelos Balmain e Givenchy que a celebrity usou na última semana de moda de Paris ou as invencionices criativas que seu marido, Kanye West, a faz vestir.

A pré-venda de alguns modelos será aberta hoje, a partir das 20h30, no hotsite que a C&A criou: http://www.kimkardashianwestparacea.com.br/



Você sabe qual é a diferença entre os modelos bomber e perfecto? A primeira (esquerda) foi criada pela Força Aérea norte-americana na Primeira Guerra Mundial, quando as cabines dos aviões ainda eram abertas e os pilotos precisavam de um casaco que suportasse as baixas temperaturas e que não prendessem seus movimentos.

Com a evolução das aeronaves e das tecnologias em tecido, os casacos de voo foram evoluindo e tornaram-se mais leves e por isso mais aptos ao uso diário. A jaqueta bomber tem as seguintes características: corte pela cintura e abertura frontal, normalmente fechados com elásticos na cintura e nos punhos.

Inicialmente um modelo masculino, que fez sucesso em filmes como Top Gun, Drive, além dos inúmeros sucessos de bilheteria que reproduziam a vida nos high schools americanos, o modelo conquistou o público feminino quando foi apresentado em tecidos mais leves e nobres como algodão, cetim e seda.

O modelo perfecto (direita) foi criado em 1928, a pedido da Harley Davidson, que buscava um acessório resistente a chuva e ao vento, para atender às necessidades de seus clientes. Na década de 50, a perfecto se transformou no símbolo da rebeldia e da modernidade com Marlon Brando e James Dean, em papeis icônicos do cinema.

O look motoqueiro selvagem tomou as ruas e hoje é um clássico do guarda-roupa feminino, quase sempre em couro. A modelagem é ajustada ao corpo, possui lapela grande e quase sempre tem fechos ou cintos na barra.

Escolha o modelo que mais valoriza seu tipo físico e invista nesta peça, que vai durar muitas temporadas.

#bomber #perfecto #jaquetacouro