Buscar
  • Gaby Beraldo

5 dicas para fazer um detox no armário


A primeira parte da consultoria de estilo é o "closet cleaning", que nada mais é do que passar um pente fino em todas as peças do armário, retirando aquelas que não servem mais.

Se você é daquelas muito apegada, convide uma amiga com bom senso crítico, separe 3 sacolas para: doar, manter ou jogar fora e e mãos à obra:

1. Se você não usa a peça há mais de 6 meses ou estiver rasgado, puído, manchado ou furado saí do armário. Se não tiver conserto, doe para quem precisa

2. Experimente todas as peças. Se não couber, tire do armário. Não fique esperando emagrecer para ficar bem na roupa. Até lá, a peça pode ter saído de moda ou o caimento pode não ser o melhor para o seu corpo, mesmo depois de vários quilos perdidos.

3. Organize as peças iguais, por cor e categoria. Desta forma, você saberá qual é a sua peça favorita e quantas dela você tem no armário (uma dica: ninguém precisa de mais de 5 calças jeans)

4. Saiba a diferença de vintage e antigo. Para ser vintage, tem que ter mais de 20 anos, ser uma peça com estilo muito próprio da época ou de um estilista e não ter sido transformado ou reformado. Se este não for o caso, doe ou jogue fora.

5. A peça que tem apelo sentimental mas não funciona com nada que você tem no armário ou não combina com seu estilo, pode ter outra utilidade. Se você adora o tecido, transforme a peça num lenço ou numa almofada. Se é o modelo que você ama, faça um quadro com ele. Se for o vestido de noiva da sua mãe ou sua avó, fique com a renda. Minha aposta é que quando chegar o seu dia, o modelo estará bem ultrapassado.


10 visualizações