Buscar
  • Gaby Beraldo

Mulheres que amamos: Kate Middleton


Conversando sobre estilo e a influência de celebridades e famosos na indústria do vestuário, resolvi elencar uma série de mulheres que considero incríveis na maneira de ser e de vestir.

Começo esta série com a minha preferida: A duquesa de Cambridge. Jovem e cheia de personalidade, Kate Middleton não deixou que o protocolo da Casa de Windsor ou o posto que ocupa ditarem as regras na sua maneira de vestir –ou no jeito de ser. Ela cuida pessoalmente dos filhos, é atleta e passeia no parque com o cachorro, como qualquer um.

Embora tenha cedido a um ou outro “pedido” da Rainha Elisabeth (as anabelas L.K. Bennett e a bota de camurça foram aposentadas), Kate mantem seu estilo jovem, contemporâneo e básico, mesmo em eventos oficiais. Ela e a Rainha Letizia da Espanha mostram ao mundo que princesas de hoje repetem roupa e podem, sim, se render aos encantos da moda.

Kate Middleton usa jeans skinny! E abusa da moda hi-lo, comprando roupas e acessórios em lojas de fast fashion como Gap, Zara e Asos. Quem não lembra do Rouland Mouret (repetido) e o colar da Zara na estreia do filme de Nelson Mandela ?(leia aqui: https://gabyberaldo.wordpress.com/2013/12/09/se-kate-middleton-pode-voce-tambem-pode/)

A duquesa de Windsor privilegia marcas inglesas que possuem uma pegada mais contemporânea como Stella Mc Cartney , Temperly London e Alexander McQueen, mesmo quando o protocolo não permite muita ousadia. Já vimos Kate de vestido mullet, de renda e até de decotão . (veja aqui: https://gabyberaldo.wordpress.com/2014/11/14/o-novo-estilo-de-kate-middleton/)

Kate tem o formato de corpo triângulo invertido, o que significa que seus ombros são largos e possui pouca cintura. Seu guarda-roupa privilegia vestidos acinturados, alguns com volume na saia, afim de equilibrar as proporções do corpo e conferir um ar mais jovial aos looks dos eventos diurnos.

Mesmo os modelos mais retos, como o DVF verde (foto) ou os casacos que usa nas cerimônias oficiais(foto) têm cintura marcada e uma pegada contemporânea. São bem cortados, em tecidos discretos e nobres, em cores sóbrias mas estão longe de serem caretas ou fazerem com que a duquesa aparente mais do que seus 34 anos. Os vestidos de gala, quando não tem corte acinturado são arrematados com cintos ou possuem estampas estratégicas, que dão a ilusão de cintura mais definida (foto).

Kate Middleton já é sinônimo de elegância, pois – assim como sua sogra, Lady Di – conseguiu estabelecer um estilo próprio, moderno, despretensioso e bem mais próximo da realidade da maioria. A duquesa já é um ícone fashion, que transforma sua imagem em vendas estratosféricas para as marcas que usa. As famosas anabelas tinham mais fila de espera do que as clássicas Birkin bags, da Hermès, enquanto o DVF azul e branco usado na última viagem a Austrália esgotou apenas oito minutos após a primeira foto divulgada.


0 visualização