Buscar
  • Gaby Beraldo

Mulheres que amamos: Renata Vasconcelos


Sou fã da Renata muito antes de vê-la nos jornais da Globo. Explico: ela e sua irmã gêmea idêntica já eram lindas e chiques nos tempos de colégio e paravam os corredores do Santo Agostinho do Leblon quando passavam.

Renata hoje é a musa absoluta da TV brasileira. Do Bom dia Brasil ao Fantástico, a jornalista mostra um estilo clássico, discreto e elegantérrimo todos os dias, demonstrando que entende exatamente as cores e shapes que melhor se adequam ao seu tipo físico e cor de pele, além de – claro – sua função.

Parece bobagem, mas saber se vestir para o vídeo não é tarefa fácil. Ela e Maria Julia Coutinho são das poucas que sabem o que funciona, o que achata, o que engorda ou o que fica estranho quando apresentam as notícias de pé. Embora exista figurinista em qualquer programa de TV, algumas apresentadoras simplesmente ignoram o bom senso e se vestem do jeito que querem. Ou não se atentam ao modo como o que vestem altera a proporção de seus corpos no vídeo.

Se você ainda não reparou, preste atenção nos sapatos de Renata: quase sempre nude quando está de saia ou vestido ou da mesma cor da calça para alongar a silhueta. A cintura também é sempre marcada, mesmo que seja apenas pelo corte da roupa ou pelo contraste das cores da parte de cima e de baixo. As calças são retas e os vestidos e saias na altura do joelho são do modelo lápis, mas já vi Renata fora do vídeo usando – muito bem – o corte evasé.

Cores são um tema a parte no estilo da apresentadora: ela está sempre belíssima em tons neutros, salvo uma ou outra peça vermelha, cor super adequada para o tom de pele e de cabelo da Renata. A maquiagem, feita por ela mesma, nunca sai do olho marcado em preto e tons terrosos para blush, batom e sombra.


0 visualização