Buscar
  • Gaby Beraldo

Encontrando a auto-estima no armário


​Qualquer consultora de imagem dirá para você a seguinte frase “são necessários apenas 15 segundos para que alguém estabeleça uma impressão sobre você”. É verdade: a roupa e a maneira como nos comportamos mostra ao mundo quem somos e a que viemos.

Mas, o que VOCÊ sente? Será que você está se enxergando de verdade no espelho? Às vezes, nossos filtros mentais “borram” a imagem que temos de nós mesmos. E foi isso que comecei a perceber quando me tornei consultora deestilo.

Minha primeira cliente disse, ao final do primeiro dia de consultoria, que naquelas poucas horas, tinha aprendido a não brigar com seu próprio corpo. Quando terminamos o trabalho, me agradeceu por ter melhorado sua auto-estima e pelos elogios que recebeu da família e amigos. Gastamos uma fortuna em roupas e jóias? Pelo contrário: chamamos uma costureira de confiança e ajustamos quase todas as roupas do armário. Os acessórios já estavam lá, só precisavam ser coordenados.

Uma outra cliente me disse que, quando me contratou, se sentiu um pouco “perua” por estar chamando alguém para vesti-la. Depois que começamos o trabalho, ela me revelou que estava adorando, pois finalmente tinha entendido que:

1. existem peças adequadas para o seu corpo

2. nem sempre o que está na moda é o que nos favorece.

3. ela não precisava atender à expectativa de ninguém para se sentir confortável e bonita

Ou seja, é possível ser bonita em qualquer idade, com qualquer cor e em qualquer tamanho, basta saber se enxergar. Mas esse é um exercício, árduo, diário e contínuo. E tem que praticar, testar, errar e acertar para encontrar o caminho.

Às vezes, o sorriso que você perdeu está lá dentro do seu guarda-roupa. Já pensou nisso?


0 visualização