Buscar
  • Gaby Beraldo

Imagens de sucesso na vida real


Dia 8 de Março, comemora-se o Dia Internacional da Mulher e nada mais relevante, em tempos de campanhas que asseguram a igualdade de direitos e de empoderamento, do que trazer duas profissionais de sucesso para um papo sobre auto estima e imagem corporativa, dois dos principais assuntos deste blog.

Conversamos com Patricia Habis, gerente de Recursos Humanos (foto à esquerda) e Daniele Monteiro, gerente de Otimização de Canais e Treinamento (foto à direita), da empresa Assurant, empresa especialista em gestão de risco e proteção de bens.

Embora a empresa atue num segmento considerado “masculino” e mais formal, a Assurant tem um quadro de funcionários composto de 50% mulheres e 50% homens e não trabalha com dresscode definido.

Segundo Patricia, as diretrizes do código de vestimenta não são rígidos e são comunicados no momento da contratação. “ A política de portas abertas faz com que o clima da Assurant seja leve e descontraído. Não é necessário usar roupas formais como terno e gravata, por exemplo. Os funcionários podem usar jeans em qualquer dia da semana, mas são sempre orientados a usarem o bom senso.”, diz a gerente de RH.

A questão da informalidade na política de vestuário reflete a principal preocupação da companhia no momento da contratação do funcionário. É a postura profissional e a aderência aos valores da Assurant que determinam se o candidato tem potencial para desenvolver um bom trabalho na empresa.

E quando a imagem pessoal do profissional não está 100% alinhada com os valores da companhia? Patricia acredita que, neste caso, o profissional precisa fazer a sua escolha e avaliar o quanto ele está disposto a mudar pela empresa. Ter um trabalho não é apenas ter um salário. É necessário que você acredite na empresa e que seus valores estejam alinhados com os valores da empresa também.

Para entender como os funcionários da Assurant interpretam a política de vestimenta e os valores comunicados pela empresa, a Daniela respondeu algumas perguntas sobre seu estilo pessoal e como ela trabalha sua imagem pessoal dentro do ambiente de trabalho

1. Você tem roupas de trabalho e roupas de sair ou as peças que você possui transitam em ambas situações?

Toda vez que penso em comprar uma roupa nova eu penso em uma peça que eu possa usar em ambas situações. Diria que 15% do meu closet é de roupas exclusivas para ocasiões que não incluiriam roupas de trabalho, como praia e festas.

2. Como você representa seu estilo pessoal na roupa de trabalho?

Adoro cores e acessórios. Como sou muito comunicativa, minha roupa deve seguir uma linha informal e que permita uma receptividade e aproximação, seja por intermédio de cores e modelos. De uma maneira que transmita o meu comportamento e astral. Quando não estou muito aberta, é fato que estou de preto (risos).

3. Você acha que a vestimenta é um elemento importante para o desenvolvimento na carreira?

Tenho certeza disso. Devemos estar prontas para qualquer ocasião que envolva o dia a dia, se um cliente chegar, se uma palestra surgir ou até mesmo uma reunião mais executiva. Sempre penso nisso.

Se o presidente encontrar comigo hoje ele me chamará para me apresentar um novo cliente? E esse cliente, qual a primeira impressão que ele terá? A impressão para mim não é de uma pessoa clássica e sim mais descolada e pronta para entregar o resultado que ele precisa.

4. O que faz você se sentir mais confiante no ambiente de trabalho?

Estar maquiada! Quando me sinto insegura para abordar um tema ou assumir um desafio, o batom vermelho estará presente. (Agora todos saberão meu segredo, risos).

5. Como o trabalho de empoderamento que a Assurant faz com as funcionárias influencia você, pessoalmente e profissionalmente?

Me traz tranquilidade em me vestir da maneira que acredito ser adequado para mim. Não quero chamar a atenção com minha roupa, quero que ela seja harmoniosa com o meu estilo de ser e viver. A atenção deve ser para o meu talento e não para minha roupa e isso para mim, é o verdadeiro empoderamento.

6. Naqueles dias em que você precisa desempenhar uma tarefa mais difícil, seja uma apresentação para um potencial cliente, seja uma reunião com superiores, você se veste/se porta de forma diferente? Por que?

Sempre me visto para isso. Até mesmo as 6ªFeiras que é um traje mais casual, estou preparada sempre! Para mim esse é o segredo.

7. O que você considera como uma imagem corporativa de sucesso? O que você faz para alcança-la?

Vai além obviamente da vestimenta, mas tudo é saber analisar o ambiente. O que percebo em minhas funcionárias é que quando me veem mais arrumada elas se inspiram. Por exemplo, amo vestidos, acho prático e muito chique para o ambiente de trabalho e percebo que elas aderiram à peça também.

Viajo muito e levo 1 vestido por dia e é certeza que dará certo! Para mim é uma peça coringa que fica lindo em qualquer mulher, só precisa adequar comprimento, corte e estampa.

A imagem corporativa de sucesso para mim é sorriso no rosto, amar o que faz e isso gera uma alegria que roupa nenhuma consegue ser comparada. Não adianta estar bem vestida, com uma roupa de marca muito cara e você não estar feliz nela. Nós fazemos a roupa e o estilo ficar bonito e não somente a roupa em si.

Quem adoraria ter uma imagem de sucesso? Pergunte a si mesmo olhando para o espelho: Você se contrataria hoje?

#assurant #imagemcorporativa #imagemnotrabalho #dresscode #reputacao #comunicaçaoempresarial

0 visualização