Buscar
  • Gaby Beraldo

Aceitação e auto estima


Recentemente, estive numa palestra em que uma das mediadoras dizia que rejeitou sua própria imagem durante anos. Segundo ela, uma mulher lindíssima, a sensação de pertencimento ao grupo da escola, na qual era a única criança negra, não existia, pois seus cabelos e suas feições eram diferentes.

Para ela, a aceitação veio somente na fase adulta, quando assumiu o cabelo natural e passou a entender que sua personalidade e sua capacidade de realizar eram muito maiores do que a questão estética.

Mas, ela não é a única. Constantemente, ouço relatos de clientes que não se acham jovens ou magras demais, descoladas ou chiques o suficiente ou mesmo, adequadas.

Fazer as pazes com o espelho é o primeiro passo para melhoria da auto estima. Não se engane, não é fácil nem é rápido, porém é absolutamente necessário para nossa sanidade mental, nossa felicidade e nossa vida profissional e pessoal.

Dispa-se de julgamentos e de auto crítica e tire suas roupas em frente ao espelho. Enxergue, de verdade, o corpo que você tem para trabalhar. Grande, pequeno, largo ou estreito, não interessa...Avalie as proporções, eleja os pontos que você gosta e anote aqueles que você prefere cobrir.

Só assim você vai conseguir vestir seu corpo e sua alma de uma maneira autêntica, verdadeira e com muito estilo pessoal.


1 visualização