Buscar
  • Gaby Beraldo

Onde começa a auto estima?


É no espelho que você vai encontrar as respostas que busca: seus pontos fortes, o que você não gosta tanto, o que funciona, o que representa você e, finalmente, sua essência.


Livre-se de julgamentos. Aceite o que você tem. Sem emoção, sem opiniões externas, sem comparações. Veja no reflexo como é seu corpo hoje e como você vive. Negar qualquer um destes pontos vai trazer frustração ou algum tipo de insatisfação, o que é péssimo para a autoestima.


Olhe para a figura refletida: analise a cor e o corte do seu cabelo, suas curvas e as proporções do seu corpo. Olhe de frente, de costas e de lado. Avalie se há harmonia entre o comprimento do seu cabelo, das suas pernas, a largura dos seus ombros e de seus quadris.


Não estou propondo um exercício de auto-flagelo. É preciso entender e avaliar – sem emoção - o material com que se vai trabalhar. No caso, seu próprio corpo.


Reavaliar nosso corpo e repensar crenças e julgamentos traz um alívio enorme e, na maioria das vezes, nos faz enxergar aspectos positivos que nunca havíamos considerado.


É libertador! Sem este olhar nu e cru sobre quem verdadeiramente você é, fica impossível criar um estilo pessoal ou mesmo refletir a sua personalidade na maneira com que você se apresenta para o mundo

8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo